Perfil

                 
ELOÍ E. BOCHECO é formada em Letras pela Universidade de Passo Fundo-RS e pós-graduada em Alfabetização e Metodologias de Leitura. Atuou como alfabetizadora, professora de Língua Portuguesa e Literatura, trabalhou como animadora da biblioteca escolar, foi coordenadora do ensino de língua e literatura, dentre outras atividades ligadas ao ensino. O texto literário foi sempre o grande aliado na tarefa de criar a corrente de paixão pela leitura, e na criação de uma memória literária na vida de crianças e jovens com quem conviveu nos anos de magistério.
Iniciou na literatura escrevendo crônicas para o Jornal A Notícia de Joinville –SC, quando era editor do caderno de Cultura o jornalista Sílvio Melatti. Uma seleção dessas crônicas foi publicada no livro Pedras Soltas, pela EdUFSC, em 2006.
O primeiro livro infantil editado foi Uni...Duni...Téia. Escrito no último ano de magistério da autora, é marcado pelas experiências com leituras e leitores na biblioteca escolar. Os poemas infantis, deste e de outros livros, usam recursos e temas da tradição oral, vivenciada pela autora durante toda a infância, tais como: parlendas, cantigas de roda, jogos de palavras, cantos de trabalho, quadrinhas e adivinhações.
Alguns de seus livros como Olha a Cocada!, Roda Moinho e Beatriz em trânsito expressam as utopias de leitura que a autora procurou dar forma na escola. Dentre outros pontos, estes livros encenam modos de ler e de envolver crianças com a leitura desde cedo.
Participou de várias antologias, dentre as quais, Cuentos Infantiles Brasilenos, editada na Costa Rica e organizada por Ninfa Parreiras e Glória Valladares Grangeiro.
Foi responsável, junto com Zenilde Durli, durante dez anos, pela pauta do Jornal de Literatura Infantil e Juvenil - O Balainho - da Universidade do Oeste de SC –Unoesc.


PRÊMIOS E SELEÇÕES:

CASA DE CONSERTOS - Prêmio LGE de Literatura Infantil, da editora LGE/SP/2008
Contemplado na Seleção ESTADINHO - Melhores livros de 2012


Prêmio LEIA COMIGO! - edição 2003 - da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil pelo relato ficcional NÃO VÁ EMBORA CLARICE!

PEDRAS SOLTAS - selecionado pela Academia Catarinense de Letras, em 2007, como livro do ano, na categoria crônicas.

BATATA COZIDA, MINGAU DE CARÁ - Prêmio LITERATURA PARA TODOS do Ministério da Educação-MEC/2006.

BEATRIZ EM TRÂNSITO - Prêmio Mário Quintana/2005
Selecionado para o Catálogo White Ravens da Biblioteca Internacional da Juventude de Munique/2006
Selecionado para o Catálogo de Bolonha/Feira Del Libro Per Ragazzi/Itália 2006
Selecionado para o Acervo Básico FNLIJ/2006.
Selecionado para o Programa Mais Cultura do MINC e Biblioteca Nacional
Selecionado para o KIT ESCOLAR da prefeitura de Belo Horizonte em 2013

UNI...DUNI...TÉIA conquistou o prêmio BOI-DE-MAMÃO de melhor livro infantil, em 1999, conferido pela Câmara Catarinense do Livro.


POMAR DE BRINQUEDO - Selecionado para o Programa MINHA BIBLIOTECA, da prefeitura de São Paulo e para o programa MAIS CULTURA do MINC e Biblioteca Nacional
Selecionado para o Projeto LIVROS NA SALA DE AULA, da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Prêmio LEIA COMIGO! da FUNDAÇÃO NACIONAL DO LIVRO INFANTIL E JUVENIL- edição 2011- para o texto DOSES DE SONHO


RODA MOINHO -Finalista do Prêmio João de Barro da prefeitura de Belo Horizonte-MG- em 2006
Menção Honrosa no Concurso da Companhia Editora de Pernambuco- CEPE -  em 2011

TUA MÃO NA MINHA - Selecionado para o KIT ESCOLAR da prefeitura de Belo Horizonte em 2014

RUA ÂMBAR ( Formato, 2013) Finalista do Prêmio Brasília de Literatura em 2014

COBRA NORATO E OUTRAS MIRAGENS ( Habilis Press, 2016)

Selecionado para o FNLIJ’s Selection of Brazilian Writers, 
Illustrators and Publishers 2017

Conto MORAR NA ÁRVORE selecionado para compor a antologia SESC de Literatura Infantil, no Prêmio Monteiro Lobato em 2017



                       
                         
                           

                               



PARTICIPAÇÕES EM ANTOLOGIAS:



CUENTOS INFANTILES BRASILENOS – São José-Costa Rica. Antologia org. por Ninfa Parreiras e Glória Valladares Grangeiro
Conto: LARANJA D’ÁGUA ( "Naranja Lima")




Presença da Literatura Infantil e Juvenil em SC ( Org. por Yedda Goulart)
Conto: JANELA MÁGICA

                                                    


Antologia SESC/Brasília de crônicas/2013

Crônica selecionada: AOS RETALHOS






Antologia do Concurso Sérgio Farina – São Leopoldo-RS
Conto selecionado: ALMAS DE PAPEL E TINTA


                                     


Antologia de e-contos de Ficções & Gato Sabido 
Conto: OVO DE BRONZE



                                           
                                        

                                        


O Balainho, Boletim de LIJ da Universidade do Oeste de SC - UNOESC, circulou durante dez anos. 
Durante esse tempo, tive a alegria de participar da feitura deste formoso Boletim, junto com a educadora Zenilde Durli.













Nenhum comentário:

Postar um comentário