Comentários



"Sou Rafael Vasconcelos, moro em Pilar-PB, sou poeta e estudante do curso de Letras da UFPB, li “Cantorias de jardim” e senti pulsar, como um rio (sem margens), uma grande emoção. Tive que conter as lágrimas na livraria. Levei-o comigo como um brinquedo mais tenro que minha meninice já sonhou, com a necessidade de sentir o perfume, contemplar e ouvir as cantorias deste jardim.
 Visitei o blog de Eloí Bocheco e o seu “Tempo de ternuras” para saber mais sobre suas obras. Deixo em anexo, como terna gratidão por instantes de pura alegria, os poemas “Tempo de ternuras” e “Ocasião”, que aludem e fazem reverencia a sua obra e a de Eloí. Abraços".
 
Atenciosamente, Rafael Vasconcelos".

                                                                        Ocasião     
                                                                                       As crianças vão
                                                          brincar e cantar
                                                                                     com os brinquedos
                                                         de roda de Villa-Lobos
                                                         e as cantorias
                                                        de jardim de Eloí
                                            
                                             Ai, venham todos
                                                       para ver e ouvir!

                                                   (Rafael Vasconcelos/Pilar/PB)

         Enviado por e-mail no dia 22 de maio de 2013

                                          Rafael Vasconcelos com Cantorias de Jardim


"É um livro que tenho comigo para ler em momentos especiais, é de uma sensibilidade sem tamanho e, de fato, emociona.

Sinceramente

Ir. Goretti -
Editora de infanto-juvenis da  Paulinas Editorial

Enviado por e-mail em 24 de maio de 2013


Querida, Eloí.
"Toda essa sensibilidade que você descreve está em cada verso dos poemas-flores de Cantorias de Jardim. Sem falar na ilustração que é belíssima. Aliás, esta obra é um verdadeiro convite a um passeio pelos jardins de parques, da escola, dos canteiros, das casas... Parabéns e que muitos leitores possam enfeitar seus dias com esses versos encantadores".
Um forte abraço,
Heliete S. Millack    ( http://leituracatarinense.blogspot.com.br/)



"Cantorias de Jardim é lindo, suave, doce, leve".
 
Rodrigo da Costa  Araujo (Universidade Federal Fluminense)


"Recebi teu livro Cantorias de jardim, que é lindo desde o nome. Uma preciosidade, querida. Tudo está nota dez: o texto, a ilustração e o projeto gráfico : gente de muita qualidade que a editora Paulinas sabe aproveitar e valorizar. Parabéns e muito obrigada. Já li, agora lerei com meu neto".

Nóia Kern / RS ( via facebook)


Cantorias de Jardim reúne 21 poemas, em que cada um é dedicado a uma flor: rosa, margarida, açucena, jasmim, hortênsia, amor-perfeito... Mais do que ressaltar as qualidades marcantes de cada flor, Eloí inventa situações cruzando insetos, bichinhos de jardim, corredeiras, lagos, rios que atuam como coadjuvantes na construção das imagens idílicas da poeta.

São poemas repletos de imagens. Há um estouro de figuras de linguagem, de pensamento, de harmonia... há um estouro no uso de recursos linguísticos: cruzamentos, aliterações, repetições, metonímias, intertexto, comparações.
Parece uma festa de palavras e imagens. Impossível não se render ao mel escorregadio das poesias de Cantorias de jardim. Sem dizer mais sobre a estética impecável dos poemas, a elegância, a graça, a suavidade das palavras e das cenas são um devaneio de aromas.

Dá pra sentir que cada palavra, cada pontuação foi cuidadosamente bordada pela tinta da caneta da poetisa. As ilustrações são de Elma que também se renderam à delícia que é passear por um jardim de poemas para as flores".

                                                        (Editorial Paulinas)


 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário